ESTAMOS DISPONÍVEIS

TELEFONE

(+351) 211 582 197

EMAIL

info@placemaker.pt

RECURSOS
Design Interiores

RECURSOS

Design Interiores

Pavimentos flutuantes

Os pavimentos laminados flutuantes a imitar madeira são uma opção cada vez mais requisitada.

O mercado é abrangente no que toca à oferta de cores e de produtos de aparência similar a vários tipos de madeira (carvalho, pinho, wengué). É também possível, nos dias que correm, colocar este pavimento em zonas húmidas, como casas de banho e cozinhas, o que seria impensável há uns anos atrás. No entanto, parecido não significa igual! Não espere, por exemplo, encontrar os veios de madeira natural, que de resto, e além do toque tão característico, é uma das suas grandes mais-valias estéticas.

Quanto à resistência, é importante avaliar, antes da compra, qual será a utilização e consequente desgate do pavimento, as zonas de dormir têm, por norma, menor desgaste que as áreas sociais da casa, que deverão receber um pavimento de elevada resistência ao impacto.


Vantagens

  • Fácil manutenção (pode ser limpo com um pano seco ou húmido)
  • Preços do metro quadrado e da aplicação (no caso do pavimento de encaixe) são muito competitivos
  • Facilidade de aplicação ( o sistema de encaixe permite que qualquer pessoa, desde que tenha serra de corte, possa aplicar o pavimento)
  • Não necessita de tratamento, como verniz ou cera
  • Não tem muita dilatação, sobretudo se a base for um compósito
  • Oferece menor resistência à passagem de calor, consoante a espessura (pelo que é passível de ser usado sobre sistema de aquecimento radiante)


Desvantagens

  • Não tem a beleza da madeira natural, cujos veios são sempre diferenciados
  • Tem menor resistência mecânica
  • Se houver um acidente, terá de substituir a régua, por outra do mesmo lote, o que não acontece com a madeira, que apenas necessita de ser raspada, lixada e envernizada

     

Topo